Diplomatas negros veem Itamaraty mais diverso, mas relatam racismo velado

Em entrevista concedida à Folha de S. Paulo, a pesquisadora Karla Gobo, do LCC, afirma que o Itamaraty sempre foi um local de difícil acesso para a população negra e que a predominância de brancos advém do Brasil Império, quando se consolida a seleção de uma elite branca para a ocupação de cargos no Ministério. Entraves ainda permanecem à entrada de candidatos negros na prova do Instituto Rio Branco, como a prova de inglês, algo semelhante ao que ocorre com alunos de escolas públicas no Exame Nacional do Ensino Médio.

Folha de S. Paulo, 18/11/2021

Link: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2021/11/diplomatas-negros-veem-itamaraty-mais-diverso-mas-relatam-racismo-velado.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=twfolha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.