Aprovação do projeto “Inteligência Artificial e o impacto da tecnologia no desenvolvimento de campanhas políticas”, de Adriane Figueirola Buarque de Holanda

Data: 07/12/2018

O projeto de pesquisa “Inteligência Artificial e o impacto da tecnologia no desenvolvimento de campanhas políticas: uma análise das campanhas dos candidatos para as prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo em 2020”, de autoria da pesquisadora do LCC Adriane Figueirola Buarque de Holanda, foi aprovado na Chamada Universal MCTIC/CNPq No. 28/2018, conforme lançamento da Chamada no Diário Oficial da União em 01/08/2018 (Faixa A: R$ 30.000).

Holanda coordenará a pesquisa, da qual também participam o pesquisador do LCC Diego Santos Vieira de Jesus e a pesquisadora Cynthia Harumy Watanabe Correa, Livre Docente na área de Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade de São Paulo (USP). Como instituições participantes, o projeto conta com a Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio de Janeiro (ESPM-Rio), por meio do LCC, e a Universidade de São Paulo (USP), por meio do Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH).

A pesquisa se propõe a estudar a inteligência artificial como método para o desenvolvimento de campanhas eleitorais personalizadas com base no big data e no deep learning. O tema Internet e Politica tem sido objeto de um conjunto significativo de trabalhos, que consideram principalmente o uso dos websites e redes sociais como parte da estratégia eleitoral dos partidos políticos e, principalmente, avaliam o seu potencial democratizante no que concerne às disputas entre diferentes partidos políticos ou à competição interpartidária, com base nas hipóteses da equalização e da normalização. O estudo se propõe a investigar uma alternativa analítica, que considera a inteligência artificial uma ferramenta importante para o marketing político e eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *